Meio ambiente é o foco do blog produzido por alunos do 6º período de Jornalismo da PUC-Campinas, resultado da disciplina Jornalismo On Line.

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Com taekwondo, professor tira crianças das ruas

Márcio de Campos


Foto: Márcio de Campos
Sala de troféus do Projeto Raça

Uma casa simples no bairro Vila Olímpia, em Campinas, interior de São Paulo, com uma sala repleta de troféus e medalhas, espalhados por todos os lados, em cima da mesa e em prateleiras e fixadas nas paredes ainda sem reboco. As fotos também ajudam a cobrir a parede. Nos fundos da residência está o motivo para tantos prêmios, onde está instalada a academia do Projeto Raça, um projeto social criado pelo professor Anderson da Conceição que ensina taekwondo para crianças carentes.

A academia é coberta com telhas de chapa de alumínio, que ajudam a dividir o espaço com o quintal do vizinho. No chão de terra, está um tapete de borracha verde que faz a vez do tatame para que os pequenos campeões possam treinar três vezes por semana.

Foto: Márcio de Campos
Antes de cada treino, Anderson faz reparos no tatame

Para o professor, os treinos não servem apenas para tirar esses meninos da rua e formarcampeões em artes marciais. A verdadeira intenção, conta, é formar os cidadãos do futuro. “O meu sonho é vê-los daqui 20 anos como pessoas dignas, corretas. Não importa se forem pedreiros ou faxineiros, o que me importa é que ele sejam dignos”. Uma de suas alunas é Paloma Loreno, de seis anos, que se dedica aos treinos e sonha em ser dentista.

O Projeto Raça é desenvolvido em Paulínia, Sumaré e Hortolândia. Em Paulínia, algumas das crianças vivem no acampamento Batista, onde as ruas não têm asfalto, nem esgoto e toda a água é levada até ás casas de tábuas por caminhões pipas da prefeitura, armazenada em caixas d’água, barris e baldes. Luzia da Cunha é moradora do acampamento e tem dois filhos que participam das aulas de taekwondo.Um deles, Samuel da Silva, já esteve em várias competições e leva a sério os treinos. “Eu gosto de treinar, é emocionante. Eu quero ser lutador profissional”.

As aulas são ministradas por Anderson em uma área improvisadas entre os barracos, sobre a sombra de um pé de manga. Os exercícios são praticados no chão duro, na terra vermelha e com a poeira se espalhando por todos os lugares ao acompanhar o giro dos pés descalços.

Foto: Márcio de Campos
De baixo do pé de manga é onde treinam os pequenos campeões

A dona de casa Isabel da Silva tem três filhos que participam do projeto e a ajuda do professor beneficiou seu filho Geilson da Silva de 14 anos. “Ele estava muito desobediente, não queria ir à igreja, repetiu a sexta série três vezes. Agora ele está mais dedicado na escola, nos treinos, vai á igreja e o professor já falou que ele tem chance de passar de ano”, conta feliz com as mudanças ocasionadas no comportamento do menino.

Para freqüentar as aulas de taekwondo, Anderson exige que as crianças estejam na escola. “Os alunos têm que ir na escola, tirar notas boas para continuar competindo. Se ele só tirar notas baixas, deixa de acompanhar a equipe nos campeonatos”.

A retribuição desse trabalho está nas medalhas que os alunos de Anderson conquistaram. Nos últimos três campeonatos realizados em agosto, o Projeto Raça esteve entre os primeiros colocados. Ganhou o título de campeão por equipes no Troféu Brasil Open que teve mais de 1.600 atletas e foi campeão nas categorias mirim, juvenil e adulto na 1º Copa Rio Preto Open de Taekwondo e em ficou em segundo lugar na classificação geral da 16º Copa Ipiranga de Taekwondo. O detalhe é que em todas as competições a menor equipe concorrente sempre foi a do Projeto Raça, com até 45 atletas na disputa pelos títulos.


Imagens: Márcio de Campos

3 comentários:

Fredy disse...

Parabéns! professor !! iniciativas como éstas fazem sempre a diferença.Procuramos um Brasil a cada dia melhor! o taekwondo pode e está fazendo isso.
Fredy, Porto Alegre RS.

www.korea.spaceblog.com.br

Paulo Junior disse...

Ola Mestre Anderson,

Estarei ai conforme combinado(11-07-10) para levar os dois Bodok Adidas.
Espero que seja de grande ajuda.

Abraços,
Paulo Okada
Rocian Gracie Team

maykellacerdatkd disse...

conheço essa equipe de perto em todos os campeonatos que participo eles estao e sempre sao campean admiro muito eles eles sim sao verdadeiros campeoes muito sucesso para vcs
maykel lacerda 1º dan tkd ceara